sábado, 31 de outubro de 2015

Banda JOLT


No dia 30 de Outubro (ontem) eu estava no Shopping Dom Pedro e dei uma passada na FNAC. Gosto de passar um tempo lendo num café fica no fundo da loja. Do lado desse café fica um palco e, naquele dia, ocorria ali uma movimentação.
Traz instrumentos pra cá, traz instrumentos pra lá. Era uma banda que ia se apresentar ali obviamente.
Fui pego de surpresa, não sabia que isso ia acontecer. Cogitei ir para outro lugar, não estava com o menor saco pra ouvir nada nesse dia, queria ficar ali no meu canto, quieto, sossegado, lendo meu Crime e Castigo de Dostoiévski. Mas fiquei com preguiça de levantar a bunda da cadeira e fiquei por ali mesmo. Consigo me concentrar.
Quando a banda chegou no palco para fazer a passagem de som finalmente vi no que estava metido, a banda tinha alguns adolescentes com tatuagens, óculos. Me pareceu algo entre hipster e emo, e duas crianças, sim DUAS CRIANÇAS. Pensei comigo: "Puts, isso vai ser uma bosta".
A banda em questão era a banda JOLT. Nunca tinha ouvido falar. Pela aparência da banda achei que o repertório da banda ia ser algo entre Banda Cine e Highschool Musical.

Isso mudou quando a banda começou a tocar. Não era nada do que eu imaginava. A banda ERA BOA.
Em vários momentos da apresentação parei para prestar atenção. As músicas eram bem executadas, não havia excessos, os músicos se entrosavam bem, a menina (Mariana), que fazia um par vocal com outro menino (Cauan), cantava muito bem, o guitarrista mandava bem, a cozinha era bem feita, criativa e o teclado não estava ali de enfeite ou só para criar atmosfera, ele se expressava solidamente nas músicas também.
Uma grande virtude da banda, e que eu admiro, é que a banda não foi lá fazer covers, ela estava lá apresentando um trabalho autoral, honesto e de qualidade.

Apesar da banda se definir com termos hiper-prafrentex como "Art Pop", "Indie Pop", "Folktrônica (que porra é essa?), "Minimalista", o que me expulsaria logo de cara, havia ali uma conexão com o passado, na época em que as músicas eram boas. Bastante influência de Funk e deu pra notar até mesmo alguma influência de Deep Purple do MK IV.

Aqui vai uma música deles, tirem suas próprias conclusões:


Site da banda:
http://www.bandajolt.com.br/

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Gabriel

    É importante demais para a banda receber feedbacks como o seu. A JOLT ainda não completou um ano de estrada, mas vem agradando onde toca o seu repertório de músicas autorais, calcadas no folk, indie, rock experimental e pop art. Sua avaliação positiva muito nos agradou e agradeço também o espaço no seu blog. Gostaria de seu endereço para lhe enviar o EP Keep On.

    Aliás, sou assessora de imprensa da banda.
    Mércia (mercia.suzuki11@gmail.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, desculpa, só agora eu vi o comentário
      O meu endereço é Rua Santa Cruz das Palmeiras 1083, Nova Europa, Campinas - SP

      Agradeço =]

      Excluir
    2. Oi Gabriel estamos lhe enviando um EP da banda
      abs

      Excluir
  3. Te agradeci pessoalmente e volto a agradecer pela atenção e pelo feedback cara... muito obrigado!!

    ResponderExcluir